<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4197132226586187837\x26blogName\x3dvad\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://voandoaderiva.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://voandoaderiva.blogspot.com/\x26vt\x3d-8192848790466781601', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
+












segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

posts do antigamente #6

Amor em Quadrado
Jacques olhava Marie com olhos de maçã. Maçã verde; azeda. Jacques nunca gostou dela e não ia ser agora que ia mudar. Jacques é um velho reformado da marinha; Marie, a sua empregada doméstica. Jacques tem 73 anos; Marie, 24. Jacques é amargo, arrogante e mesquinho; Marie é inocente, analfabeta e simpática.

Marie tentava seduzir Jacques para depois de se casarem, o matar e fugir com Antoine - o moço dos recados da mercearia da dona Sandrine.

Jacques gostava de Sandrine e queria matar Antoine, porque tinha ciúmes do tempo que ele passava com ela.

Antoine não gostava de Marie, mas mantinham uma relação carnal. Antoine misturava vermute no whisky de Jacques e roubava dinheiro a Sandrine.

Sandrine odiava Antoine, mas ele era seu filho, apesar de ninguém saber. Marie era meia-irmã de Antoine da parte do pai, que ninguém sabia quem era. Sandrine nem sabia que Jacques existia.

Um dia morreram-se-me todos da imaginação.


escrito por by joão martinho Email post



Remember Me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.


« Home | posts do antigamente #5 » //-->





Que bonito!

Posted by Anonymous Anônimo #  

~Oo°~

Post a comment :