<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4197132226586187837\x26blogName\x3dvad\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://voandoaderiva.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://voandoaderiva.blogspot.com/\x26vt\x3d-8192848790466781601', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
+












terça-feira, 27 de janeiro de 2009

posts do antigamente #22

não fui eu, foi o barnabé
bem, passei só para dizer olá e isso. o tempo está bom e dá para ir lá para fora fazer esqui. amanhã deve nevar muito. vou fazer bonecos de neve e jogar às cartas em frente à lareira com o barnabé, o meu novo amigo imaginário. barnabé é um nome giro, fui eu que o escolhi. rima com giroflé. o barnabé às vezes faz batota e é chato, porque eu não gosto de perder, mas ele é matreiro. o barnabé é fixe e faz-me companhia e ajuda-me a fazer os trabalhos de casa. às vezes engana-se a fazer as contas e a professora não gosta, mas a culpa não é minha. o barnabé é que não sabe fazer contas. o barnabé não fala português fala barnabês, a língua que se fala no país dos barnabés, os meninos iguais a ele. eu sei falar barnabês. uma vez escrevi uma carta para o barnabé e mostrei ao papá. ele disse que eu devia ir dormir porque já era muito tarde e eu estava cansado. eu disse que o barnabé podia ficar acordado até tarde e só tinha mais dois meses e meio que eu, que não era justo. o meu papá às vezes não percebe que as horas não acabam, que os dias são muitos. diz que a vida são dois dias, e que um já passou. quando ele começa a falar assim muito, por trás do jornal, eu vou ter com a mamã, que está sempre a fazer sopa. o que vale é que ela me dá muita sopa a dizer que é para o barnabé, assim como menos. não gosto de sopa. só gosto da que tem letrinhas, mas o meu pai não gosta porque diz que eu não devia brincar com a comida. eu gostava de ser como o barnabé, giroflá flé flé.


escrito por by joão martinho Email post



Remember Me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.


« Home | posts do antigamente #21 » //-->





Post a comment :