<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d4197132226586187837\x26blogName\x3dvad\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://voandoaderiva.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://voandoaderiva.blogspot.com/\x26vt\x3d-8192848790466781601', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
+












sábado, 21 de novembro de 2009

(500) days of summer

sei que não é fantasia universal, mas sei também que não estou sozinho nisto: ser abordado por uma miúda gira por causa da there is a light that never goes out dos the smiths é o exemplo perfeito do que seria o amor à primeira vista. a letra é tão trágica e urgente como o amor deve ser, e se a fantasia se realiza é inevitável que a acção se desenrole como descrita no poster do filme: "boy meets girl. boy falls in love."

o problema é que, como o narrador avisa no início do filme, este filme não é uma história de amor, mas uma história sobre o amor. o problema é que o rapaz conhece a rapariga, o rapaz apaixona-se e a rapariga não.

(500) days of summer pisca ao olho à indiezice e nem a banda sonora (com the smiths, belle and sebastian, feist ou regina spektor, entre outros), nem o guarda-roupa (a t-shirt dos joy division), nem os cenários (loja de discos), nem sequer os adereços (um candeeiro de origami, uma maçã verde em cima de um chapéu de coco a la magritte, uma parede coberta por um quadro preto, etc) o tentam esconder. é uma história sobre o amor para pessoas que acreditam no amor tal qual foi escrito pelo morrissey ou pelo leonard cohen; o amor é uma porcaria, especialmente por não haver nada tão perfeito como ele.

portanto, meninas e meninos indies, este filme é para vocês e vão adorá-lo, tenho a certeza; meninas e meninos que nunca ouviram falar (ou não gostam mesmo nada) de smiths, joy division ou belle and sebastian, façam o favor de não o ver.

ah, só mais uma coisa: thanks, anny.



escrito por by joão martinho Email post



Remember Me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.


« Home | the damned united » //-->





"boy meets girl, boy falls in love and girl doesn't."

ainda hoje o vou ver! :)

Posted by Anonymous maryanne #  

~Oo°~

mas que filme. thans, jon!

Posted by Anonymous maryanne #  

~Oo°~

Obrigado eu :) O filme é realmente muito bom, daqueles que dá vontade de ver e rever.

Posted by Blogger Anny #  

~Oo°~

Post a comment :